segunda-feira, 4 de junho de 2012

Not Again...



Encontro cada detalhe no rio que percorre a tua cara, o teu rosto angelical. Da tua garganta rouca, de tanto gritar, saem palavras de perdão. A tua voz triste e cansada desespera por alguma palavra mais. Nenhuma me ocorre... deixo-te no impasse do momento e pergunto-me se me encontro mais uma vez num sonho obscuro que eclipsa o meu coração. Num gesto de fúria, que jamais experimentara, virei-te as costas. No entanto as tuas mãos lutavam para me manter ali, que no fundo era a minha verdadeira vontade... Na minha mente não encaixava a ideia de ficar sem ti mais uma vez, de deixar o sangue parar nas veias geladas e deixar-me consumir pela dor mais uma vez. E no rio vítreo e vermelho flutuei mais uma vez... os teus braços foram mais uma vez o barco que rema contra a maré. 
Até que ponto podemos controlar o nosso destino, as nossas escolhas? Até que mar vai desaguar cada rio sem sofrer perdas pelo caminho?  Já contornamos o destino uma vez e agora iremos fazê-lo mais uma vez? Acabas por cessar os cristais dos teus olhos e pedir que nunca me esquecesse que o nosso pacto e que este iria ser sempre um pacto de eternidade, mesmo que a vida nos levasse por caminhos perigosos. Desta vez a experiência iria falar mais alto, e não deixarias que te permitissem fugir da tua casa, do lugar certo do teu coração.
Sempre me ofereceste, sem pedir nada em troca, amor e amizade sem tempo cronometrado e eu nunca encontrarei gestos ou palavras suficientes para agradecer.
Calmamente a tua boca aproximou-se do meu pescoço e proferiu rouca e suavemente as melhores palavras que podem ser ouvidas:
 "Amo te para sempre"

17 comentários:

  1. Percebo perfeitamente, e não tem de pedir desculpa, cada um tem a sua vida e deve vive-la conforme seus sonhos e objetivos.
    Ainda bem que está de volta (:

    ResponderEliminar
  2. O amor é algo completamente booom e inesperado

    ResponderEliminar
  3. Suas palavras tão doces, Matilde.
    Amo sua escrita!

    Obrigada pela visita, florzinha. Também estava com saudades...

    Beijos.

    ResponderEliminar
  4. Olá!
    Peço imensa desculpa, mas tenho andado ausente destes lados.
    Obrigada pelo comentário ;)
    Post novo acerca de apagar ou não o meu blog. http://inesbmartinho.blogspot.pt/

    Um beijo,
    Inês.

    ResponderEliminar
  5. ola querida ! também tenho andado um pouco longe daqui ! esta vida universitária dá cabo do tempo todo! mal tenho tempo pa respirar quanto mais vir aqui ! mas agora nas ferias virei cá mais vezes ! adorei o texto ! beijinhosS

    ResponderEliminar
  6. Olá querida! Está tudo bem? Post novo no blog, decidi seguir os conselhos dos leitores e voltei a escrever :) http://inesbmartinho.blogspot.pt/
    Um beijo,
    Inês.

    ResponderEliminar
  7. Querida, obrigada pelo comentário :)
    E também obrigada pelo incentivo a continuar a escrever..
    Um beijo,
    Inês.

    ResponderEliminar
  8. Queria pedir a tua ajuda e a de todos.
    Eu sou apaixonada por fotografia, e estou a participar num concurso, mas preciso de votos, gostaria de pedir que votassem nas minhas fotografias



    http://www.portugalmelhordestino.pt/php_files/showFotos.php?order=Data&zone=Todas&user_name=D%E9bora+Dur%E3o&Submit.x=47&Submit.y=19&Submit=Pesquisar


    obrigada e se poderem divulgar eu agradeço :D
    <3

    ResponderEliminar
  9. obrigada eu todos os dias meto novas :$ se poderes passar por la as vezes :D

    ResponderEliminar
  10. Sim tens toda a razão, o amor é dos melhores sentimentos se for recíproco.
    Agradeço-te por leres os meus textos e comentares, e digo-te mais uma vez, tens uma escrita linda e espero que tudo te corra bem (:
    Beijinho*

    ResponderEliminar

Obrigado por visitarem o meu blog!